Wednesday, October 17, 2018

BOOGARINS


Depois de uma tour portuguesa em Março e Abril deste ano que esgotou todas as salas onde passaram: Gnration, Salão Brazil, Maus Hábitos, o festival MIL em Lisboa e o açoreano Tremor em Ponta Delgada, os brasileiros Boogarins voltam ao nosso país no Outono para uma segunda parte da tourné europeia de apresentação do álbum “Lá Vem a Morte”.

A estreia nos discos com “As Plantas Que Curam” (2013) deixou Brasil e Portugal de mãos dadas, ajoelhados perante amplificadores sujos que gritam coisas bonitas, que fazem escorrer suor. Olhamos para o palco e encontramos Benke (guitarra), Ynaiã (bateria), Raphael (baixo) e Dino Almeida (voz e guitarra) - quatro dos mais entusiasmantes rock n' rollers que já fizeram a rota de Pedro Álvares Cabral, que desde então editaram outros três discos e têm sido abraçados pela crítica, festivais e públicos de Austin a Londres, de Lisboa a Nova Iorque, de Santiago à cidade do México.

EN

The Brazilians "BOOGARINS" and their psychedelic rock return to the Azores, now in their own name for a unique concert in São Miguel.
OCTOBER 19 - Arco 8 - Ponta Delgada

Yuzin Azores + Arco 8 Azores

-------------------------------------------

TICKETS:
La Bamba Bazar Store - Ponta Delgada
Pre sale - 12€ // At the show- 15€ - Limited tickets.

October schedule:
8 / Closed
9-12 / 10am-6pm
13-14 / Closed

15-19 / 10am-6pm

Curtas à Quarta

                                                                Hoje, às 21h30, no Arco 8                
                                                              CURTAS com Eduardo Brito               
_
Apresentação de curtas-metragens escritas e realizadas por Eduardo Brito. A Glória de Fazer Cinema em Portugal (Manuel Mozos, 2015); sobre a vontade do escritor José Régio de fazer cinema; O Homem Eterno (Luís Costa, 2017), um registo entre o documentário e a ficção, através de filmagens de arquivo, um neto revê a vida do avô; Penúmbria (Eduardo Brito, 2016), a distopia de uma cidade não habitável e Declive (Eduardo Brito, 2018), uma história de melancolia e de regressos e o vídeo Where's Your Memory? (2017), feito para a exposição Revisão, no Museu do Douro.

Bio

Eduardo Brito trabalha em cinema, fotografia e museologia. Tem o mestrado em Estudos Artísticos, Museológicos e Curadoriais pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, com a dissertação Claro Obscuro – Em Torno das Representações do Museu no Cinema. Entre a escrita, a fotografia e o cinema, os seus trabalhos têm explorado os temas verdade-ficção-memória, bem como a relação texto-imagem: assim com os livros As Orcadianas (2014) e East Ending (2017) e com as séries fotográficas 5 p.m. Hotel de la Gloria (com Rui Hermenegildo, 2015), Revisão (2017) e Un Samedi Sur Terre (2017). Escreveu o argumento das curtas O Facínora (Paulo Abreu, 2012), A Glória de Fazer Cinema em Portugal (Manuel Mozos, 2015), Catherine ou 1786 (Francisca Manuel, 2017) e O Homem Eterno (Luís Costa, 2017) e da longa Hálito Azul (Rodrigo Areias, 2018). Realizou as curtas metragens Penúmbria (2016) e Declive (2018).

Wednesday, October 10, 2018

SUPER NOVA


São três dos nomes mais interessantes da nova geração de bandas rock nacionais aqueles que vão alimentar a quarta edição da Super Nova, o circuito itinerante de concertos que, com o apoio da Super Bock, têm criado condições para a circulação de bandas em território nacional.
Entre Setembro e Dezembro, Cave StoryFugly Baleia Baleia Baleia tocam em seis salas nacionais, no primeiro circuito a cruzar atlântico rumo aos Açores. O arranque, como é hábito, foi dado no Maus Hábitos no dia 28 de Setembro e segue agora para o Arco 8 no dia 13 de Outubro

22h30 – Baleia Baleia Baleia      23h30 – Cave Story 
00h30 – Fugly        01h30– Ishan + Elliot Tha Netcat


3 euros com oferta duas Super Bock.




POP