Monday, December 17, 2018

NYE 2018 2019


Depois de um hiato de 5 anos a NYE do Arco 8 esta de regresso com uma festa que promete uma entrada em beleza no real novo ano, assim sendo após as 12 badaladas, pedidos tolos de prosperidade e tolos fogos-de-artifício, estaremos na “tetrapódica” baía de Sta. Clara prontos para vos receber (a partir da 01h.) com 3 dos melhores “pinchadiscos” da nossa praça, a saber :

Tape – Lisboeta desterrado em São Miguel desde o inicio do Século XXI, foi (tem sido) um dos principais agitadores da cena clubbing na ilha verde, incansável “azucrinador” de mentes presas no passado, tem conseguido de forma consequente elevar as Bpm dos sentimentais e bravos corações Açorianos.
Os seus sets são pautados pela diversão e bom gosto.

Flip – Açoriano de gema, começou a sua produtiva aventura de Dj em Lisboa, rápido rodou nos melhores clubes do país, companheiro de route de alguns dos mais proeminentes Djs nacionais ( Moullinex, Xinobi, Bandidos, Manaia, Jari etc.) promoveu e participou em festas que se tornaram verdadeiros mitos urbanos e que muito contribuíram para a aura cosmopolita e identitária que a capital de Portugal goza actualmente, produtor e sonoplasta ecléctico não é um dos mais conceituados Djs nacionais porque não quer. 

Dupplo - Portuense, membro de Voxels e Twin Turbo, Pedro Pinto tem Dupplo como nome para experiências sónicas em formato DJ.
Dupplo destaca-se pelas suas escolhas, onde predominam temas direccionados para a pista de dança, com ritmos 4 por 4, linhas de baixo quentes e uma energia inconfundível.

Os Bilhetes estarão disponíveis em pré-venda a partir do dia 12 de Dezembro pela modica quantia de 15 € no 3/4 Café, na La Bamba Bazar Store, na Cafetaria da Biblioteca publica de PDL e na casa mãe em Sta. Clara, quem quiser deixar para a ultima da hora poderá comprar no próprio dia à porta por 20€, se ainda houver, porque já se sabe a lotação é limitada. ;)

14 e 15 de dezembro


Burkinabè Rising

BURKINABÈ RISING: a arte da resistência em Burkina Faso
de Iara Lee
Documentário, 72 minutos
Com apresentação e conversa final com a realizadora

Sinopse:
Um novo documentário da Cultures of Resistance Films, dirigido por Iara Lee, apresenta a resistência não-violenta e criativa no Burkina Faso. Este pequeno país da África Ocidental, que se estende entre o deserto do Saara e o golfo da Guiné, é o lar de uma vibrante comunidade de artistas e de cidadãos engajados em suas comunidades. 

BURKINABÈ RISING mostra como mudanças políticas relevantes podem ser alcançadas quando as pessoas se mobilizam para agir e serve como exemplo e inspiração não somente para países africanos, como também para o mundo inteiro.